Tel: +(238)2608000
Fax: +(238)2622660
Domingo, 11 de Abril 2021
Balanço da IX Legislatura: Primeiro Ministro considera que cumpriu com o essencial da governação.

O Parlamento debate hoje o balanço da governação da IX Legislatura sob proposta da Bancada Parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD).

 

Após a aprovação da Ordem do Dia, o Primeiro Ministro subiu ao púlpito para fazer o balanço da governação afirmando que cumpriu com o essencial, apesar dos três anos de seca severa e dos impactos provocados pela pandemia, que afetaram fortemente a economia no país.

 

Para Ulisses Correia e Silva num contexto mais difícil do que qualquer outro, e que obrigou à alteração de prioridades na gestão de recursos, conseguiu cumprir o essencial do programa de governação.

 

De seguida interveio a Presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) que classificou a atual governação de “desastrosa”.

 

Conforme Janira Hpffer Almada as grandes promessas deste Governo, não passaram disso mesmo, como assumiu o Primeiro-Ministro, ao dizer que “promessas de campanha são uma coisa, governar é outra coisa!”, quase que pedindo aos eleitores para se esquecerem das promessas eleitorais”.

 

“De um Líder do MPD confiante, em 2016, que tinha todas as contas feitas e que hasteou a situação dos TACV, do Emprego e da Segurança, como suas bandeiras de campanha, sobrou, hoje, um Primeiro-Ministro nervoso e pouco solidário com o Povo, um Primeiro-Ministro que, afinal, não conhecia bem a casa e um Primeiro-Ministro que se confessou perdido, no meio do “fantasma” das fissuras, pedindo socorro, qual náufrago abandonado” afirmou Janira Hopffer Almada.

 

O discurso de abertura do MpD foi introduzido pela Líder Parlamentar que justificou o agendamento deste debate para “prestar contas e para renovar as esperanças do povo, na perspetiva de um novo mandato a partir de 18 de abril próximo”.

Joana Rosa afirmou que vão apresentar perante o eleitorado com a certeza do dever cumprido.

 

“Alguns resultados não terão atingido os 100%, é certo, mas também governamos em permanente situação de turbulência, com três anos sucessivos de seca severa, seguido de uma pandemia que já dura há mais de um ano e que obrigou os governos do mundo inteiro a redefinir prioridades e a realocar recursos para salvar vidas e preservar a saúde pública”.

 

Já a representante da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) disse que gostaria de atribuir a classificação de “bom com distinção”, mas infelizmente a máxima “Ulisses Correia e Silva é solução não foi a realidade durante esta governação”.

Dora Oriana reconheceu que houve “ganhos em vários sectores” da sociedade, mas há outras áreas que poderiam ter tido melhor avanço para o bem de todos.

 

“E, nesta hora, gostaríamos de dizer que todas as ilhas deveriam ter crescido em harmonia, mas infelizmente isso não aconteceu, o Governo fez, mas poderia ter feito mais, sustentou Dora Pires, para quem o executivo poderia ter sido mais humilde e ouvido mais a oposição” concluiu a Parlamentar

 

@ Copyright 2014. Assembleia Nacional de Cabo Verde, Design and Architecture by Technician programmer of ANCV . Optimizado para 1024x786
Todos os direitos reservados webmaster