Tel: +(238)2608000
Fax: +(238)2622660
Quinta-Feira, 28 de Outubro 2021
1ª SP Outubro: Parlamento debate desafios do setor da Educação

A Bancada Parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) chamou hoje, 06, o Ministro da Educação ao Parlamento para falar sobre os desafios do setor da Educação.

 

Após a aprovação da Ordem do Dia, Amadeu Cruz, deu início ao debate admitindo que o funcionamento do ano letivo 2021/2022 ainda está condicionado pelos impactos da Covid-19.

 

Mas que “se está num processo de normalidade com a adoção do regime de aulas presenciais e a tempo integral, com carga horária completa tendo como pressupostos a vacinação dos professores e demais colaboradores das escolas bem como os alunos com idade igual ou superior a 18 anos” conforme referiu.

 

De seguida interveio a Deputada do PAICV, Josina Freitas Fortes, para quem o mundo está ainda a lidar com uma pandemia, mas está também a viver uma revolução tecnológica e do conhecimento, que foi acelerada por essa pandemia.

 

“Hoje, mais do que nunca, importa capacitar os nossos jovens para que tenham uma profissão, mas também para que adquiram instrumentos de compreensão do mundo onde vivemos, e de participação mais ativa na sociedade democrática” sublinhou

 

Por sua vez, o Líder Parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD) considera que o novo ano letivo inicia-se em plena pandemia, “mas, graças ao bom combate que tem sido dado, os riscos são muito menores do que no ano anterior”.  

 

Na sua alocução João Gomes ressaltou que “Uma grande maioria dos professores está vacinada, dependendo das diretivas da Direção Nacional de Saúde, a população dos 12 a 17 poderá vir a ser vacinada, aumentando, assim, o nível de segurança e proteção sanitária”.

 

A intervenção da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) foi feita pela Deputada Zilda Oliveira que começou por dizer que a educação constitui o principal instrumento de correção das desigualdades e de progresso de qualquer sociedade. 

 

 Aquela Parlamentar reconheceu um forte investimento no setor da educação, entretanto diz que “ainda é um setor deficitário e a pandemia Covid, pelas estratégias pelas medidas adotadas de correção pela redução da carga horaria de aulas presenciais pelas aulas a distância ao contrário do preconizado deixou muitos alunos para trás e irá continuar a deixar se continuarmos a colocar as estatísticas, os números a frente da qualidade da educação”.

@ Copyright 2014. Assembleia Nacional de Cabo Verde, Design and Architecture by Technician programmer of ANCV . Optimizado para 1024x786
Todos os direitos reservados webmaster