Tel: +(238)2608000
Fax: +(238)2622660
Sabado, 31 de Outubro 2020
1ª de SP Outubro: Governo promete anunciar, brevemente, uma intervenção na CVA.

 O Governo vai anunciar, "brevemente", uma intervenção na Cabo Verde Airlines (CVA), conforme o Ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos na tarde de quinta-feira, 15, no final do debate parlamentar sobre o sector dos transportes e seus impactos no desenvolvimento económico e social do país, proposto pelo Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV).

 

Carlos Santos disse ainda que o Estado e o Governo vão apenas seguir as recomendações da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) e da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), segundo as quais, sem uma intervenção dos governos e dos Estados, muito dificilmente as companhias aéreas conseguirão sobreviver à pandemia do novo coronavírus.

 

Do lado do PAICV, o Líder Parlamentar Rui Semedo afirmou que a CVA começou a dar sinais de problemas antes da crise pandémica, tendo questionado o modelo do hub aéreo no Sal, cujos custos pesam essencialmente nos bolsos dos cabo-verdianos.

 

“Sabemos que é importante para o desenvolvimento do país mas o cabo-verdiano não pode continuar a pagar para outros viajarem bem e barato,     enquanto ele viaja por um preço mais caro”.

 

Já o MpD, pela voz da líder parlamentar Joana Rosa, defendeu que “os cabo-verdianos já entenderam o sucesso da privatização dos TACV, destacando  o sucesso do hub no Sal que teve um peso de 9% na economia do país; o número de passageiros que aumentou no arquipélago e os ganhos da CV Handling, para concluir que a privatização da TACV, do sector marítimo e o hub aéreo foram ganhos para o país.

 

No entanto, segundo Joana Rosa, “a COVID-19 veio e acabou com tudo, e agora temos que projetar um futuro melhor para a nossa terra e para o nosso povo”.

 

Por sua vez, o Deputado da UCID, João Santos Luís considerou “péssima” a política dos transportes no país.   No seu entender, “nos transportes aéreos, os preços são proibitivos e não promovem uma mobilidade serena e dinâmica entre as ilhas, enquanto que no transporte marítimo, disse que não existe regularidade.

 

Para o representante da UCID, a concessão feita no transporte marítimo é um caos e prejudica Cabo Verde.

 

@ Copyright 2014. Assembleia Nacional de Cabo Verde, Design and Architecture by Technician programmer of ANCV . Optimizado para 1024x786
Todos os direitos reservados webmaster