Tel: +(238)2608000
Fax: +(238)2622660
Segunda-Feira, 17 de Fevereiro 2020
1ª SP de Fevereiro: MpD apresenta Declaração Politica sobre crime de colarinho branco

A Bancada Parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD) apresentou hoje, 6, no período antes da Ordem do Dia, uma Declaração Política onde desafia a Presidente do PAICV a indicar, em concreto, os casos de criminalidade de colarinho branco que tem conhecimento. 

 

A Declaração foi apresentada pela Deputada Filomena Gonçalves, que classificou a afirmação da Lider do PAICV, Janira Hopffer Almada, de que “a criminalidade do colarinho branco está a tornar-se mais organizada” de “grave e irresponsável”.

 

Para Filomena Gonçalves caso houver provas, Janira Hopffer Almada “tem de as apresentar às instâncias judiciais competentes. Se o não fizer estará apenas a descredibilizar-se e a lançar tão-somente suspeitas sobre o bom nome e o prestígio dos cidadãos do bem, das instituições, da democracia e de Cabo Verde.

 

Reagindo, a Bancada Parlamentar do PAICV classificou esta declaração de “uma forma de tentar silenciar a oposição”. Rui Semedo lembrou que foi o próprio MpD que chumbou o Projeto de Lei que regula o acesso dos cidadãos aos documentos administrativos e consagra o princípio da transparência ativa na Administração Pública.

 

Já a UCID, através do Deputado António Monteiro, considerou que, ao longo dos anos, Cabo Verde “não tido a sorte de ter uma governação totalmente transparente”. Por isso apela ao Governo que seja o mais transparente possível e que não dê oportunidade, a quem quer que seja, de questionar a governação do país.

 

@ Copyright 2014. Assembleia Nacional de Cabo Verde, Design and Architecture by Technician programmer of ANCV . Optimizado para 1024x786
Todos os direitos reservados webmaster