Tel: +(238)2608000
Fax: +(238)2622660
Segunda-Feira, 20 de Janeiro 2020
Presidente da RMPCV diz que engajamento dos Magistrados é fundamental para a aplicação da Lei da Paridade

A Presidente da Rede de Mulheres Parlamentares Cabo-verdianas (RMPCV), considerou hoje que a Rede está a dar um passo importante para a aplicação da Lei da Paridade e que o engajamento dos Magistrados é fundamental neste processo.

 

Lúcia Passos, que presidia a sessão de abertura da acção de formação para a socialização da Lei da Paridade voltada para magistrados e secretários judiciais, referiu que o engajamento não só desta classe como também das associações, dos partidos políticos e da sociedade civil é fundamental para este processo, de modo a diminuir a desigualdade existente a nível da participação politicas das mulheres.

 

“A Lei da Paridade é uma questão de justiça social, sendo os Magistrados juízes os aplicadores da lei e os Magistrados Procuradores do Ministério Público os defensores da legalidade, consequentemente das Leis da República,  faz todo o sentido esta ação Acção “Formativa” de Socialização da Lei de Paridade para Magistrados e Secretários Judiciais, mais do que a sensibilização, esta ação tem como objetivo o reforço do vosso engajamento e comprometimento com os objetivos da Lei da Paridade”, afirmou no seu discurso.

 

Promovida pela Rede de Mulheres Parlamentares Cabo-verdianas (RMPCV) em parceria com o ICIEG e com o apoio técnico do PNUD e da ONU, a formação visa reforçar as competências dos Magistrados e Secretários Judiciais relativamente à aplicação da Lei da Paridade em Cabo Verde.

 

 Para além da Presidente da RMPCV usaram da palavra, durante a cerimónia de abertura, a Presidente do ICIEG, Rosana Almeida, e a Representante do Sistema das Nações Unidas, Ana Graça.

 

@ Copyright 2014. Assembleia Nacional de Cabo Verde, Design and Architecture by Technician programmer of ANCV . Optimizado para 1024x786
Todos os direitos reservados webmaster